Prova de conceito de uma startup em validação em uma das maiores montadoras brasileiras de ônibus

Cliente: FASM Invest (prova de conceito na Marcopolo)

Segurança, tecnologia e inovação em uma das maiores montadoras de ônibus do Brasil.

Conheça o time do projeto

Desafio

Gestão da Inovação aplicada ao planejamento e execução de uma prova de conceito (POC) da EPISafe (uma das startups do portfolio da cliente), em cumprimento a exigências de um dos editais de investimento nos quais a startup foi vencedora.

Solução

Análise de competências da equipe, gestão da infraestrutura necessária para a startup, estabelecimento de métricas para teste de MVP e relacionamento de entregas e expectativas junto ao cliente final.

Sobre o cliente

O EPISafe é uma solução do tipo SaaS (Software as a Service), dedicada à gestão da segurança do trabalho e de EPI (equipamentos de proteção individual).

O PROJETO

A startup EPISafe participava de um programa de aceleração, e estava em sua última etapa de prototipagem e testes dentro desse programa. A Grand Designs atuou para fazer com que os testes e aprendizados fossem potencializados, visto que haviam algumas falhas tanto no planejamento dos testes quanto no próprio entendimento da solução e sua proposta de valor.

Apesar de possuírem um plano de operação, não havia instruções, instrumentos ou procedimentos quanto à coleta de dados, o que seria crucial para uma POC. Esse conjunto de problemas poderia comprometer a aquisição de dados e a auditoria do cliente.

RESULTADO

Reunimos os principais membros da equipe técnica (CTO, desenvolvedores e designers) para coletar todas as especificações técnicas referentes à solução. Com isso, comparamos os comportamentos esperados da solução para cada usuário: primário (os que usam diretamente qualquer das interfaces da solução), atendido (os que se beneficiam direta ou indiretamente mesmo que não usem nenhuma interface) e cliente (aqueles responsáveis pelas decisões estratégicas e não usam nenhuma interface). Tais comportamentos foram estudados em cada ponto de contato desses usuários. Os comportamentos tiveram de ser comparados com o planejamento da POC, visando termos insumo para definir métricas de UX (de resultados e de sucesso). Após isso, foi possível selecionar as ferramentas e procedimentos de coleta de dados adequados para aplicar durante a operação, incluindo análises qualitativas e qualitativas. Os resultados do trabalho foram elogiados pelos dois níveis de cliente: FASM Invest e Marcopolo.

Alcançamos a entrega de um estudo e refinamento da proposta de valor da solução proposta, aprimoramento do MVP, bem como criação de métricas de teste. Com o trabalho, foi possível potencializar os resultados da solução, que demonstrou ser capaz de reduzir consideravelmente custos e economizar recursos.

O projeto em imagens

Foto da Katiany Estévão. Ela é COO da EPISafe.

Katiany Estevão

COO na EPISafe

A FASM cresceu e precisava entender seu posicionamento como Hub na área de inovação. A GD nos ajudou a mapear nosso DNA e a estruturar, através da Metodologia de Design Think, todos os nossos Projetos. Durante nosso processo de crescimento e aumento da área de abrangência, a GD nos apoiou no processo de atração de novos clientes e Planejamento Operacional.

plugins premium WordPress